Acompanhantes de Londrina



O DIA EM QUE FUI INFIEL ...

...E NUNCA ME ARREPENDI DISSO!!!

 

Tudo começou quando acessei o site www.acompanhantesnet.com ...

Estava de férias. Resolvi visitar uns parentes que moram na cidade de Londrina-Pr. Sou casado. Moro em uma pequena cidade do interior de São Paulo. Lá não posso pisar na bola. Sabem como é cidade pequena. Qualquer coisa todo mundo fica sabendo. Estou a dez anos com a mesma mulher. O sexo, que já virou rotina, não me realiza mais. Estava precisando experimentar algo diferente. Mas como sair com outra mulher numa cidade de pouco mais de vinte mil habitantes?

Chegando em Londrina, logo comentei com um primo que gostaria de aproveitar aquela semana que iria ficar na cidade para dar umas escapadinhas. Ele me falou que existem vários tipos de acompanhantes na cidade, garotas de programas de rua, acompanhantes de site, casas de massagem, etc. Nunca sai com uma acompanhante antes. Nunca pensei nisso. Só que como eu iria para a balada se minha mulher também estava em Londrina? Para pegar uma prostituta seria mais fácil, já que poderíamos sair durante o dia e sozinhos. Seria muito mais fácil convencer a mulher que iria conhecer a cidade com meu primo. Ele me falou de um site de acompanhantes onde você vê as fotos, e se gostar liga para a garota e faz um programa. Fomos a um Cyber e entramos no site. Lá havia muitas garotas gostosas. Não dá pra saber se são bonitas porque estão com o rosto distorcido. Escolhi uma chamada Mel. Uma morena de parar o trânsito!!! Fomos a um motel e mandei ver. Há muito tempo que não tinha um sexo tão quente como aquele. A garota simpatizou comigo. Disse que se sentiu atraída pelo meu cheiro e que acabou rolando uma química. Ela também ficou excitada comigo. Ela disse que isso só tinha acontecido uma vez em toda a sua vida de acompanhante. E olha que ela é garota de programa desde os dezoito anos e já transou com centenas de homens. No momento eu estava com bala na agulha. Desentupi o cano rapidinho. O jeito que ela me pegou na cama... beijou meu corpo inteirinho. Me chupou sem camisinha... Nos beijamos bastante. Não resisti e dei um banho de lingua nela. Chupei sua buceta com toda voracidade. Ela disse que eu era o primeiro do dia. A preliminar foi tão boa que acabei gozando rapidinho. Ficamos conversando na cama enquanto ouvíamos uma música romântica. Continuei fazendo algumas carícias no corpo dela. Percebi, quando passei o dedo na sua vagina, que ela continuava molhadinha. Fomos tomar um banho na jacuzi. Parecíamos duas crianças. Bagunçamos bastante. Depois de um certo tempo, com seu corpo tocando o meu, comecei a ficar novamente de pau duro. Ela tinha deixado uma camisinha perto da jacuzi e quando o clima estava quente novamente, coloquei a camisinha e mandei ver ali mesmo. Nunca tinha transado dentro de uma banheira. Foi uma loucura. Deixamos o quarto todo molhado. Dessa vez demorei bem mais para gozar. Achei até que não iria conseguir ejacular. Mas ela começou a sussurrar coisas libidinosas ao meu ouvido. Comecei a socar bem forte e sem parar, até que atingi o ápice. Essas coisas nunca tinham acontecido com minha mulher. Ela é bastente recatada e na cama é muito fria. Bom, mas depois de gozar duas vezes estava na hora de tomar um banho e ir embora. Embaixo do chuveiro ela esfregava o meu corpo de uma forma tão gostosa que estava começando a ficar novamente excitado. Mas ja estávamos ali a um bom tempo e estava na hora de ir embora. Só que quanto estávamos abrindo a porta do quarto ela começou a dizer que se sentia muito atraída com o meu cheiro. Que eu tinha um cheiro muito gostoso, diferente do todos os homens com quem ela havia transado. Ela começou a dar uma fungada no meu cangote e começou a me arrastar novamente para a cama. Ela me puxou pelo pinto, que já estáva rígido. Começamos novamente a tirar a roupa e chupei bastante os seus peitinhos. Ela mordia os lábios de tanto prazer. Enquanto chupava seus peitos a masturbava com força. Ela estava muito molhada. Aí ela pegou sua calcinha e soutiã e me amarrou na cama. Ela começou a cavalgar com toda a vontade do mundo. Primeiro ela cavalgou de frente e depois de costas. Fiquei ali com aquele visual, vendo aquela bunda maravilhosa e vendo sua buceta engolir o meu pau. Não estava acreditando no que acontecia. Ela me fez gozer pela terceira vez e na base da cavalgada. A cavalgada atômica. Tenho certeza que nunca mais vou conseguir tirar essa garota do meu pensamento. Foi a trepada mais gostosa de toda a minha vida. Por isso eu recomendo a todos que quando forem a londrina acessem o site www.acompanhantesnet.com e liguem para a Mel. E divirtam-se.

Um abraço a todos.

Happy man.




Total de visitas: 13376